15 de ago de 2014

Um telhado verde é uma alternativa viável e sustentável perante os telhados e lajes tradicionais, porque facilita o gerenciamento de gra...

Como construir um telhado verde

Nenhum comentário:
 

Um telhado verde é uma alternativa viável e sustentável perante os telhados e lajes tradicionais, porque facilita o gerenciamento de grandes cargas de águas pluviais,apresenta melhoria térmica, serviços ambientais e novas áreas de lazer. Em ambientes extremamente artificiais como o urbano, promovem o reequilíbrio ambiental, trazendo os benefícios da vegetação para a saúde pública e a biodiversidade, quando utilizado plantas nativas do local. Às vezes, telhados verdes contam com painéis solares que reduzem o consumo de energia elétrica.
Além de reduzir o calor, em regiões quentes, as coberturas verdes diminuem consideravelmente o consumo de energia com o uso de ar-condicionado. Tanto a instalação quanto a manutenção são simples. Não é preciso fazer nenhum reforço na construção, pois o peso da estrutura toda instalada é bem menor do que uma laje deve suportar segundo as regras brasileiras. A manutenção é idêntica à de um jardim.Corta-se a grama, tiram-se as ervas daninhas, e não é preciso se preocupar muito com irrigação, pois o telhado acumula água. Usar plantas típicas da região é uma maneira de devolver à natureza o que dela foi tirado pelas edificações. Com imaginação, é possível fazer todo um projeto paisagístico no teto de casa.



Vantagens do telhado verde:
- Criação de novas áreas verdes, principalmente em regiões de alta urbanização; 
- Diminuição da poluição ambiental;
- Ampliação do conforto acústico no edifício que recebe o telhado verde;
- Melhorias nas condições térmicas internas do edifício;
- Aumento da umidade relativa do ar nas áreas próximas ao telhado verde;
- Melhora o aspecto visual, através do paisagismo, da edificação.

Desvantagens do telhado verde:
- Custo de implantação do sistema e sua devida manutenção;
- Caso o sistema não seja aplicado de forma correta, pode gerar infiltração de água e umidade dentro do edifício.

A obra exige a instalação de uma estrutura específica na cobertura da casa – se o telhado for simplesmente uma laje, é preciso impermeabilizá-la; se for feito de telhas de cerâmica, é preciso retirá-las e colocar placas de compensado que servirão de base para a cobertura vegetal. Ali serão colocados a terra e o adubo para o crescimento das plantas. Mantas onduladas, para impedir que o substrato escorra, de impermeabilização, para evitar infiltrações na casa, dutos de irrigação e drenagem também fazem parte do projeto de um telhado verde, que ajuda a reduzir o barulho dentro de casa e a manter a temperatura constante.

Para obter um telhado verde, quase sempre é necessário investir uma quantia nem sempre disponível nos bolsos da maioria das pessoas, por isso sempre podemos contar com a criatividade e a intuição.  Dedicando algum tempo às pesquisas na internet, encontramos esse passo a passo que pode ser muito útil às mentes criativas que estão lendo esse artigo agora.


Passo 1.
Faça a definição de medidas da área onde será construído o telhado verde, e realize a impermeabilização corretamente com lona ou manta asfáltica, para lajes é preciso reforçar a impermeabilização com manta PEAD.

Passo 2.
Você vai precisar de uma manta de bidin, essa manta serve para filtrar a água evitando que as partículas de areia, terra ou as raízes se soltem e sejam despejadas nas tubulações de queda de água da chuva. A manta deve ser estendida sobre a superfície impermeabilizada.

Passo 3.
Sobre a manta utiliza-se argila expandida que é um bom substrato por ser leve e eficaz. A camada da argila expandida serve para impedir o apodrecimento de raízes da espécie cultivada e também facilita o escoamento de água que recebe durante as chuvas. Além disso, a argila contribui para manter a última camada da cobertura bem arejada.

Passo 4.
Utiliza-se uma nova camada de manta de bidin por cima da argila expandida, isso impedirá que a argila se misture à terra de cultivo. É um processo importante,portanto,não pode deixar de ser realizado, caso contrário aos poucos a terra, areia e todo o telhado verde vão acabar indo por água abaixo.

Passo 5.
Agora é necessário colocar uma camada de até 10 cm de terra. É indicado utilizar uma terra bem enriquecida com adubos orgânicos, a adubação pode variar conforme a espécie de cultivo.

Passo 6.
Por último, posicione ou plante as espécies de cultivo, para os telhados verdes são indicados espécies com baixo índice de crescimento, que não exijam poda. Verifique qual a resistência quanto à exposição ao sol e chuva e instale rufos metálicos para evitar infiltrações.

Atenção!
Para regiões que ocorrem muitas chuvas é necessário fazer a rega geralmente de 6 em 6 meses, ou apenas quando houver estiagem e verificar-se a necessidade. As espécies cultivadas podem ser gramas (de tipos variados), suculentas e rasteiras. Há outras espécies que podem ser cultivadas mas é preciso avaliar toda a estrutura da edificação, o tamanho do telhado verde e também a variação térmica do local. A manutenção do telhado verde é parecida com a de um jardim comum e deve ser realizada de 1 à 2 vezes no ano.


Nenhum comentário: